A menina que matava caracóis

Filosofias úteis, inúteis e outras coisas que você pode não precisar.

Arquivo para o mês “outubro, 2009”

Recadinho

Gente, não vou poder postar esse fim de semana, ok? 😦

Beijinhos,

Letii

Na mão

mão

Uma amiga da minha mãe que morou um tempo na Itália nos estava contando sobre a vida que se leva lá. Uma das coisas que ela disse foi que lá as pessoas são obrigadas a separar o lixo, pra reciclar, sabe? Então, até aí, tudo bem. O problema é que a coisa é um tanto quanto severa. Por exemplo: você tem uma… garrafinha? Ah, droga. ¬¬° Esqueci o nome certo. Bom, uma “garrafinha” de detergente pra jogar fora. Pois você tem que tirar o rótulo da garrafa pra colocar o rótulo no lixo de papel e o resto no de plástico. Isso nem é tão trabalhoso, ok, em poucos minutos a gente faz isso. Mas, agora, tentem imaginar o que as meninas têm que fazer com os absorventes.  Ééééé, meu amigos. A gente abre os absorventes pra tirar o algodãozinho de lá de dentro e jogar no lixo certo. Tem que tirar a parte com sangue – porque está sujo, obviamente – e jogar o plástico fora. Ah, mas se fosse aqui no Brasil, eu falava assim pro tio que falou que tinha que ser assim: Aaaaah, olha que sanguinho gostoso! Vem aqui colocar a mão que ainda tá úmido! Ainda mais agora que o meu fluxo aumentou de repente e tá descendo umas bacias hidrográficas! Vem, vem! Fica até mais gostoso! Vem, logo, seu filho-da-mãe! ¬¬° Não foi você que disse pra gente fazer isso?! Agora, faaaaaaaaz!. Ah, mas uma pergunta mais legal ainda: e os preservativos? Tá, tem que jogar no lixo de látex (tem acento no “A”, né?), mas e a outra parte? Joga no orgânico, sei lá? Bom, de qualquer forma, tem que jogar em algum lugar. E quem joga? Ele ou ela? Bom, só digo uma coisa: se eu fosse o cara, desistia de fazer qualquer coisa que eu quisesse e ficava na mão. v.v (levem isso pro lado da malícia, ok?) E depois ainda reclamam do Brasil.

Beijinhos,

Letii

P.s.: 995 visitas! Só mais cinco, gente! *0*

P.s.s.: GENTEEEE! Acabei de ver o gráfico de estatísticas de novo! 1.003 VISITAS! Ai, gente, obrigada mesmo, viu? O blog é meu xodó, é muito importante pra mim ver que as pessoas estão entrando e o melhor: as visitas aumentam a cada mês! (só teve um mês que caiu um pouco. Mas só um! 😀) Eu adoro poder me expressar e adoro ainda mais ver que as pessoas estão vendo eu me expressar! Meu Deus! Eu nunca pensei que chegaria à mil visitas tão rápido. Foram quatro dias, apenas. Quatro dias! Obrigada, pessoal, de verdade. :’)

Mudando de assunto…

Então, gente. O zíper da minha calça quebrou e só fecha até uma parte e de vez em quando ele abre e eu não consigo fechar. -.-‘ Além disso, a barra da minha camiseta descosturou e o esmalte está descascando. ¬¬° Mas tudo bem, tudo bem, tudo okay. (Hm, acho que estou descabelada… ‘-‘). Desculpem não postar antes, não deu tempo – passei o fim de semana fora, praticamente. Estou de tpm, meio triste. Pros rapazes que não sabem ou as moças que nunca perceberam/ficaram assim, na tpm a mulher pode ficar triste sem razão. O problema é: eu tenho uma razão. Na verdade, eu fico triste e, como não sei porque, fico perdendo meu tempo procurando alguma coisa pra ter pelo quê ficar triste. É, eu também em acho meio anormal. Se bem que esse negócio de anormal é estranho, né? Vejam só: eu acho isso anormal, mas não sei se as outras pessoas fazem isso também. Além do mais, o conceito de normal ou anormal depende muito. Os índios andavam pelados. Se a gente andar pelado na rua a gente vai preso (até onde eu sei). Tudo depende da cultura e do ponto de vista. Ah, sei lá.

Hehe, é incrível como eu mudo fácil de assunto quando não tenho o quê escrever ou qaundo não tenho muito tempo. Depois conto alguma coisa engraçada pra vocês… Ou confabulo um pouco. É, acho que vou confabular. Faz tempo que não faço isso. Só preciso de algo para filosofar sobre. AHÁ! Agora não vou mais perder meu tempo procurando sarna pra me coçar. Vou perder meu tempo procurando coisas para confabular! (rimou. [:). Ok, agora me vou. (rimou de novo. :D)

Beijinhos,

Letii

P.s.: não se esqueçam de indicar o blog, hein? RUMO ÀS MIL VISITAS! \o/  \o/  \o/ Até agora, só no mês de outubro, foram 967 visitas! Falta pouco, geeeente! *0*

P.s.s.: o mais legal é que – modéstia à parte – eu sei mudar de assunto. Vou mudando devagarinho, relacionando algumas coisas e quando você perceb, PLUFT! O assunto anterior sumiu! (é, ainda vou usar isso pra minha vida eu uso isso pra minha vida [e vocês nem percebem, usei hoje mesmo. 😛])

P.s.s.s.: acreditem, era pra isso ser um bilhetinho (vide categorias escolhidas para esse post)

Anestesiada

an
Eba, eba! Eu quero uma dessa! *u*

Hm, uma vez eu fui ao dentista. Daí, acabou que eu tive que tomar anestesia. O dentista – que tinha a maior mão leve – aplicou a injeção e eu nem senti direito. Aliás, foi até legal! 😀 Ok, ok. No final da consulta, a mocinha que ajudava ele me deu um tantinho assim, bem pouco, daquele treco azul pra bochechar (esperem um pouco, esqueci o nome do negócio. Vou ver no banheiro dos meus pais. *invadindo o quarto e banheiro dos meus pais* … Ahá! Bem, vamos consertar a frase). No final da consulta, a mocinha que ajudava ele me deu um tantinho assim, bem pouco, de anti-séptico bucal. (Agora, sim. Yeah!) Então, aí eu fui bochechar. Mas metade da minha boca estava anestesiada e eu cuspi tudo na minha perna. -.-‘ Aí, eu dei risada e cuspi mais ainda. >.<“ Depois, eu, minha mãe e minha irmã fomos ao supermercado. Eu estava conversando com a minha irmã quando ela disse: Lê, você está babando. ¬¬°. Quando nós chegamos em casa, fomos comer. E lá estava eu, meu pão francês e minha caneca do Mickey cheia de capuccino. De repente, eu olho pro meu prato e aviso a minha mãe:

Mamãe, cuspi capuccino no meu prato. ‘-‘

Bom, o capuccino ficou lá. Eu não me preocupei em enxugá-lo, porque era bem provável que eu cuspisse mais durante a refeição. >_<” Passou um tempo e eu achei uma minúscula bolinha vermelha no meu pão. Pensei eca! Deve ter caído alguma coisa na hora de fazer o pão! Blergh! >< Mas, aconteceu que começaram a aparecer mais bolinhas minúsculas vermelhas! Putz grilla, que raio é esse?! Até o momento em que apareceu um mancha vermelha. E eu fui olhar no espelho. Descobri que tinha mrodido o meu lábio e a minha gengiva – onde já tinha um machucado cicatrizando. -.-‘

Ok, por hoje é só! 🙂

Beijinho,

Letii

P.s.: ouçam essa música aqui: Stella (da Ida Maria)

Stella, Stella! I’m wanna give you the world if you just stay with me tonight… Stella, Stella! I’m wanna give the world if you just hold me tigh…

(Pra quem não fala inglês: “Stella, Stella! Quero te dar o mundo se você só ficar comigo esta noite! Stella, Stella! Quero te dar o mundo se você apenas me segurar apertado!”)

P.s.s.: Gentein! Ah, obrigada, viu? *u* Porque, só no mês de outubro, já tiveram 760 visitas ao blog! Obrigada, mesmo! *emocionada* :’) Vamos lá! Indiquem para os seus amigos! Rumo às mil visitas, quem sabe?

Mais lhamas, por favor.

santaclausconquersthemartians
-Papaizinho Noeeeeeeeel, você vai me dar presentes, né?
-Não. ¬¬º
-Ah, então morra com o meu raio laser de Marte, seu velho pançudo recheado de biscoitos e leite!
TZAAAAAAAAAAM!
-Uau! O sangue dele é de Coca-cola! “D

Ok, ok. Hoje, que tal algumas curiosidades? Bom, sabem aqueles cientistas que procuram por coisas vitais para nós? Aquelas coisas que a gente não sabe como a gente viveu até hoje sem saber delas? Então, claro que isso é irônico. 😉

AVISO: NÃO TENTEM ISSO EM CASA QUE A CULPA VAI CAIR EM MIM. Okay? Certo. ‘-‘

✱Se você gritar durante oito anos, sete meses e seis dias, vai produzir energia sonora de valor equivalente à energia necessária para esquentar uma xícara de café. (isso mesmo, gente! Energia alternativa é a nova onda! Percam as suas vozes, mas tomem um cafezinho quente sem gastar gás! *-*)

✱Se você bater a cabeça na parede perde 150 calorias por hora (éééé! Pra que pagar academia se você pode morrer de tantas concussões? Morre magra, ué!)

✱Para o Papai Noel entregar presentes à todas as crianças cristãs do mundo, ele precisaria de um trenó de aproximadamente 354.000 toneladas de massa (contando os brinquedos, as mais de 210.000 renas voadoras que seriam precisas para exercer tal tarefa – eu ando confundindo renas com lhamas… Sempre falo errado. -.-‘ – e o próprio Papai Noel, que decididamente, não é leve.) Pra que desse tempo de cumprir tudo isso em uma noite, o Noel deveria viajar a uma velocidade superior à 1.000 km/s (mil quilômetros por SEGUNDOOOO! ‘O’). isso faria com que as lhamas renas (pelo menos as duas da frente) sofressem uma enorme resistência do ar e absorvessem uma energia de mais de 14,3 quintilhões de joules por segundo! Com essa quantidade absurda de energia térmica recebida, as lhamas (putz grilla. ¬¬°) renas queimariam e assim sucessivamente, até chegar a vez do bom velhinho! Conclusão: Papai Noel implora para que hajam mais renas (êêê! Acertei! 😀) ou menos crianças cristãs no mundo a cada Natal. 😉 (Acontece que houve um erro nessa teoria, porque eles esqueceram de contar a massa do duende que sempre vai junto pra ajudar o Papai Noel. Uhum, uhum. v.v)

Beijinhos,

Letii

Errinhos

fail
Um erricho bá-si-co, como o nosso. Ops, errinho (é sério, aquele “C” foi sem querer, eu JURO)

 

(A primeira fala é minha – só pra constar)

Você tem prova do quê amanhã, Má?

Biologia e português.

E o quê que você está estudando em português?

Sangue e circulação, vírus e bactérias.

Maríliaaaa! POR-TU-GUÊS!

Ah! Orações coordenadas, subordinadas e coesão!

Coisão? Hahahaha! – Ela errou de novo! Hehehehe.

Coesão.

Ah, tá. ‘-‘ – Hm, eu que sou surda mesmo. -.-‘

Só. 😀

Beijinhos,

Letii

Hm, minha língua tá queimada e ardendo. É sério. ‘-‘

Ok, retiro o que disse. Ela está acabada.

Ok, retiro o que disse. Ela está acabada.

Oi, gentinha linda! Me desculpem não postar antes, eu fui viajar! *-* Bom, tirando o fato de o meu nariz estar uma droga, minha língua estar queimada (por causa de um pouco de leite em temperatura mais elevada do que a minha linguinha aguentaria), eu ter um hematoma no meio da perna, eu estar caindo de sono, minhas pernas e pés doerem, eu não pentear o cabelo desde as onze da manhã (são nove e sete da noite) e não escovar os dentes desde o almoço (não deu tempo, ok?), estou excelentíssima! Bem, no momento eu estou apoiando o nariz no joelho esquerdo – que está em cima da cadeira – olhando para o teclado e, de vez em quando, dando uma olhada na tela, pra ver se estou escrevendo certo. Ah, além de, é claro,e star ouvindo Barbie Girl. -.-

Ok, ok. Vamos lá. Quero contar uma coisinha engraçada. 😀 Eu estava lá, caminhando com a tropa sênior e o chefe nos advertiu para termos cuidado por onde andávamos, por que podia ter aranhas, besouros, taturanas, ursos polares, vacas, crocodilos – assim, uns bichos beeeem nada a ver com o lugar onde a gente estava. Aí, a Tuti virou e disse: Não, chefe. Crocodilos só existem nos esgotos.. Hehehe. Eu ri bastante. ^.^

Ah, outra coisa. Hoje eu estou cansadona, totalmente acabada (é, acho que vocês já perceberam isso >_<“). Então, eu queria dormir. Mas eu não conseguia, por que estava muito calor. Quando eu consegui, logo que acordei, achei que tinha dormido no mínimo trinta minutos. Sei lá. Que eu tinha dormido o maior tempão. Que já estava descansada e nova em folha e tudo o mais. Aí, eu olhei no relógio. Eu tinha dormido dez minutos. ¬¬°

Bom, como estou cansada e não sei mais o que escrever (ui, droga. Meu ombro tá ardendo. -.-‘) vou embora, ok? Deixo pra vocês um videozinho legal. 🙂

Videozinho legal: http://www.youtube.com/watch?v=xeTCB16hKwA

Beijinhos,

Letii

Só quatro vezes…

HomeAlone
Acho que até eu faria essa cara na situação dele. ><
Hehehe. Slogan do filme: uma comédia de família
sem a família. Hahahaha. ADOREI. :’D

 

Estávamos eu, minha mãe e minha irmã na cozinha. Nesse dia das crianças, eu acho. Bom, me lembro que o site do msn estava mostrando umas fotos dos famosos crianças e hoje em dia. Vi algumas e acabei por comentar:

Nossa, o Macaulay Culkin tá com a maior cara de drogado! Eu assustei quando vi a foto dele, porque eu esqueci que ele tinha crescido e ainda achava que ele estava com doze anos. -.-‘

Quem é esse? – Perguntou a minha irmã.

 Aquele que fez Riquinho, Esqueceram de mim… O loirinho, sabe? – Eu respondi.

Não. ‘-‘

– ¬¬°… Hm, mas mamãe. Qual é a história do Esqueceram de mim? Porque tem o um, o dois, o três e o quatro.

Ué, esqueceram dele.

Mas esqueceram dele QUATRO VEZES?!

É.

CREEEEEEEDO! MAS QUE PAIS DESNATURADOS! >__<“

Eu só perguntei aquilo pelo exato fato de achar que esquecer quatro vezes do filho é demais. Se ainda fosse em Riquinho, bom, eu não reclamaria de ser esquecida naquela casa. Hehehehe. Mas é isso aí. Ah, achei umas curiosidades legais, querem ver? Ok, mas só depois do próximo parágrafo, senão sai do assunto. -.-‘

Bom, partindo disso, acho que posso falar de um outro acontecimento. Foi assim: o Thiago ía embora da escola junto com a Bá. Aí, um dia, ele estava indo entar no carro e eu comecei a olhar pra ele e achar que faltava alguma coisa… Não era a mochila, não era qualquer outro material escolar… Até que eu me toquei:

Thi, cadê o seu irmão?

Ai, meu Deus! É mesmo!

Então, ele saiu correndo pra dentro da escola pra buscra o irmão. (nota: isso aconteceu mais umas duas vezes.)

 

Curiosidades depois do próximo parágrafo

* No quarto filme da série Home Alone (Esqueceram de mim), Kevin McCallister (o filho dos pais desnaturados) tem nove anos, sendo que no primeiro ele tinha oito e no segundo ele tinha dez. ¬¬° (hehehehehe. Não sei como não percebem esses furos. -.-‘)

* Também no quarto filme, Kevin só tem dois irmãos e não quatro – como nos dois primeiros filmes. >.<“

Bem, é isso.

Beijinhos,

Letii

P.s.: Hm, eu só tinha visto uma foto do Maucaulay Culkin atual. E ele estava com cara de drogado (aquela que aparece se você clicar no nome dele lá em cima). Mas fui procurar outras e até que ele tá gatinho (sem ressentimentos, Flá. ^.^)

P.s.s.: Reparem no slogan de Riquinho: dezessete bilhões de dollars e ele ainda tem que limpar seu quarto. Hehehe. Ando gostando desses slogans, viu?

P.s.s.s.: hm, acho que esqueci de acordar minha irmã… Hehehe. Brincadeirinha. Eu já acordei ela. Ops. Agora é verdade. esqueci de alimentar os cachorros. ‘-‘

 

macaulay-culkin
Óun, amei essa foto. ~.~ (apesar de ele estar com uma certa cara de
retardado. -..-‘ –> é um porquinho. 😀)

Edição Especial – Parafilia (as menos conhecidas)

penico
                                  Leiam o post e vocês entenderão a do penico, aí. Ok?

Ok, eu disse fetiches estranhos? Bem, na verdade, eu quis dizer parafilias estranhas! Uuh! Acabo de descobrir que eu disse escrevi parafilias não tão conhecidas! >_<“ Bom… Então vamos à elas, antes que eu confunda mais alguma coisa:

→ Alvenofilia

É quando a pessoa tem prazer com a prática do sexo anal por meio de chumaços de algodão ligados firmemente por silicone industrial, ou seja, ela usa um “pênis de algodão e silicone” – porque o silicone deixa o negócio duro – pra enfiar no ó da outra.

 

→ Apotemnofilia

Parafilia caracterizada pelo desejo de ter uma ou mais parte do corpo amputada. Relacionado à esta parafilia, nós temo também a acrotomofilia, que é a preferência sexual por pessoas que já tenham alguma parte do corpo amputada, pois a excitação é proporcionado justamente pela falta daquela parte. (nada contra mas, eu queria ver o que o casal faria que o homem não tivesse pênis. >.<“). Quando a excitação acontece quando um membro do próprio corpo é amputado, chama-se apotemnofilia ou amelotatista. Espero que tenham entendido, porque eu achei meio confuso – mas entendi. ‘-‘

 

→ Coprofilia

É quando a pessoa se excita por meio do contato com as fezes do parceiro. Também há a coprofagia, que é quando a pessoa se excita por meio da ingestão das fezes do parceiro. (tipo Two girls, one cup, sabem?)

 

→ Flatofilia

É quando a pessoa sente prazer ao ouvir, cheirar e apreciar gases intestinais próprios ou alheios.

 

→ Nanofilia

Atração sexual por membros genitais anões. (viram? Todos têm a sua vez! 😀)

 

→ Partenofilia

É quando a pessoa sente atração por pessoas virgens. Até aí, eu até acho que é comum. O fato é que: o partenófilo não chega a ter uma real relação sexual com a pessoa. Ela prefere ficar observando-a, chegando ou não à, por exemplo, uma masturbação mútua ou qualquer outra coisa do tipo. Mas não sexo. Pelo menos era o que estava escrito. -.-‘

 

→ Urofilia

É quando a pessoa se sente excitada ao urinar ou receber um jato urinário do parceiro. Em alguns casos, a pessoa também bebe a urina. (hm, já ouvi dizer que beber xixi faz bem. ‘-‘) –> agora entenderam o penico lá em cima? 😉

Beijinhos,

Letii

Edição Especial – Parafilia

objectaphiliad
Machistas. Humpf!
 
Lembram-se da edição especial que eu queria fazer? Pois aqui está! Até agora, eu estava lendo uns artigos da Wikipedia e escolhendo o assunto dessa edição. Pois bem, como no título, o assunto de hoje é Parafilia. A parafilia é quando o foco maior de prazer não se encontra na cópula, ou seja, a pessoa não se excita tanto com o sexo em si. Ela prefere ver, cheirar, ingerir, lamber, acariciar algum objeto – ou cena, referindo-me ao ato ver.

As parafilia podem ser consideradas inofensivas e algumas teorias psicológicas até alegam que elas fazem parte da psique (si mesmo). Em relação à parte dass teorias, foi desse jeito, mais ou menos, que está escrito que a Wikipedia disse. O que eu entendi foi que as teorias afirmam que as parafilias fazem parte da mente do ser humano. (é que eu não costumo colocar coisas que não entendo, sabe? Mas achei que isso fosse importante, então eu coloquei. -.-‘). Mas, como toda regra tem sua exceção, também há parafilias que podem causar danos à saúde ou à segurança da pessoa e que podem impedir o funcionamento sexual normal, sendo classificadas como distorções da preferência sexual – como, por exemplo, a asfixiofilia, que consiste no ato de reduzir a emissão de oxigênio ao cérebro, com o intuito de aumentar o prazer do orgasmo.

 Antigamente, a homossexualidade, o sexo oral, anal e a masturbação eram considerados parafilia; Contudo, nos dias de hoje, tais coisas são consideradas como variações normais e aceitáveis do comportamento sexual. Mas  há casos em que o indivíduo se masturba excessivamente após a adolescência e também que prefira tal prática à relações sexuais, isso é uma parafilia, ok?

A parafilia é algo que deve estar sempre sendo revisto, pois, com o passar do tempo, certas práticas sexuais vêm sido aceitas. Sendo assim, é impossível listar todas as parafilias. As definições mais comuns consistem em comportamentos como o sadismo, masoquismo, exibicionismo e o voyeurismo (eu tenho medo desse último. ‘-‘ sem recentimentos, okay?)

 

Sadismo

O sadismo sexual envolve atos reais (e não simulações) nos quais o indivíduo se excita com o sofrimento psicológico e físico – incluindo humilhação – do parceiro. Algumas pessoas com essa parafilia podem ficar perturbadas com suas fantasias sádicas, que são invocadas durante a atividade sexual, mas continuam sendo praticadas do mesmo modo; nesses casos, as fantasias envolvem, geralmente, o poder completo sobre a vítima, que fica aterrorizada com tal ato.

Esses atos podem ocorrer com parceiros que consentem ou não os atos sádicos. De qaulquer maneira, a excitação provém do sofrimento alheio.

Estes parafílicos podem atar, vendar, dar palmadas, espancar, chicotear, beliscar, bater, fazer rastejar, prender numa jaula, queimar, administrar choques elétricos, estuprar, cortar, esfaquear, estrangular, torturar, mutilar, e até matar a vítima! (tá, eu retiro o que disse do voyeurismo) 

As fantasia sexuais sádicas tendem a estar presentes na infância, porém, a idade de início de suas atividades é, normalmente, nos primeiros anos da idade adulta. A gravidade dos atos sádicos costumam aumentar com o tempo.

 

Masoquismo

Ah, não há muito o que falar. É o contrário do sadismo. Em alguns casos, pode até haver prazer ao ser humilhado verbalmente. Em vários casos foi constatado que o prazer não advém exatamente da dor sentida, mas pelo sentimento de inferioridade em relação ao parceiro. O sadomasoquismo é a relação entre essas duas parafilias. Entendeu? Não? É quando um sádico se relaciona sexualmente com um masoquista. Mais ou menos isso. Entendeu, agora? É melhor que sim, porque isso tá bem claro. Hehehêê.

 

Exibicionismo

Na minha opinião, este é o mais simples de todos. É quando uma pessoa tem um desejo incontrolável em obter satisfação sexual com o ato de exibir seus orgãos genitais às outras pessoas.

 

Voyeurismo

É quando o indivíduo sente prazer ao observar outras pessoas – que podem estar se relacionando sexualmente, nuas, com roupas íntimas, etc. O voyeurismo pode se manifestar de várias formas, embora uma de suas características-chave seja que o observador não interage com o observado (várias vezes a pessoa não sabe que está sendo assistida). O voyeur (o “telespectador”) pode usar binóculos, câmeras, etc. A ação de assistir à outra pessoa serve de estímulo para a masturbação que pode ocorrer antes ou depois da observação.

Alfred Hitchcock foi quem deu mais destaque ao voyeurismo, em seu filme Janela Indiscreta. Nos anos 80, o americano Brian de Palma voltou a tocar no assunto, em seu filme Double Body (Corpo Duplo). Outros, como Michael Haneke e Tinto Brass aludiram ao voyeurismo em seus filmes – bastante e de forma peculiar, no caso de Brass.

Bom, é isso.

Beijinhos,

Letii

P.s.: depois eu falo de umas parafilias não tão conhecidas, ok? 😉

Navegação de Posts

%d blogueiros gostam disto: